Por que a inteligência emocional é tão importante no mercado de trabalho?

A inteligência emocional entrou em foco após ser amplamente apontada como uma soft skill bastante importante para os próximos anos. Entenda o porquê o exercício dessa habilidade é tão importante para todos os âmbitos da vida – principalmente o profissional. 

Inteligência emocional é a habilidade de conhecer as próprias emoções a ponto de lidar melhor com os próprios sentimentos e os de quem nos cerca. Sendo assim, é uma competência que parte do autoconhecimento. É uma ideia simples, mas saber gerenciar o emocional é um fator que pode te diferenciar no ambiente de trabalho.

Os pilares da inteligência emocional

Para entender melhor sobre esse conceito, é possível associar quatro pilares que explicam, em uníssono, do que se trata a inteligência emocional:

Autoconhecimento

Sem dúvidas, é o ponto de partida para aprimorar a capacidade de gerenciar as emoções. Quando não se tem ideia de quais são os seus desafios, não é possível entender como enfrentá-los. Então tenha em mente que precisa entender cada sentimento, buscar conhecer a origem deles e perceber como se manifestam no seu dia-a-dia. 

Gerenciamento das emoções

Quando você já sabe quais são suas próprias demandas, é hora de entender como lidar com elas. Nesse momento, você reconhece situações de descontrole e busca pautá-las, ao máximo, em atitudes coerentes. 

É claro que nem sempre será possível controlar os impulsos, mas a inteligência emocional visa promover reações mais produtivas para determinadas situações. Isso não significa que haverá uma intensa negação do conflito – porque, por vezes, ele é necessário. Mas entende-se que esse conflito será bem gerenciado, de forma que uma resolução surja dele.

Empatia

Cada pessoa possui uma vivência e enfrenta desafios diferentes em seus cotidianos. Por isso, a empatia é um exercício mais que importante: trata-se de uma escuta afetuosa sobre a realidade de outrem, dispensando julgamentos e praticando o ofício de se colocar no lugar do outro. 

FutureDojo-inteligencia-emocional-interna-1024x576.jpg
A inteligência emocional é uma das habilidades mais requisitadas no mercado de trabalho

Sociabilidade

Esse pilar diz respeito à capacidade de se relacionar de forma produtiva com as pessoas, de modo que realmente se crie conexões e laços. Essa habilidade é importante para todas as áreas da vida, principalmente quando se trata de carreira: ter relacionamentos de qualidade pode te levar a lugares muito interessantes. 

Os impactos da inteligência emocional no trabalho

É natural que o ambiente corporativo seja repleto de tensões cotidianas que precisam ser resolvidas – isso parte de qualquer interação social. Isso significa que quando não há inteligência emocional, muitos conflitos podem eclodir e o clima no ambiente de trabalho torna-se bastante desagradável. 

Contudo, quando essa habilidade é trabalhada, pode promover:

  • Relacionamentos mais saudáveis – entre equipe interna e colaboradores com clientes;
  • Diminuição do estresse cotidiano;
  • Melhora na produtividade;
  • Facilidade na tomada de decisões;
  • Proposições mais assertivas;
  • Formação de líderes de alta qualidade.

Na busca do desenvolvimento dessa habilidade, existe uma estrada de mão dupla: a vontade dos colaboradores e o incentivo da empresa

Ou seja, a inteligência emocional é uma habilidade muito requisitada – e tende a ser cada dia mais. Caso você não se esforce para desenvolvê-la, pode ficar para trás em relação a alguém que realmente possui esse objetivo. 

O que é necessário para desenvolver a inteligência emocional no trabalho?

Em primeiro lugar, é necessário que o colaborador tenha em mente que essa skill precisa ser aprimorada, lapidada e desenvolvida. Com isso, torna-se vital investir em conhecimento de qualidade para que essas noções te impactem cada vez mais. 

Porém, no que se refere ao papel do empregador, é vital que exista esse estímulo. As próprias empresas podem promover uma série de atividades que visem ajudar o seu time a seguir aprimorando a inteligência emocional. 

Pensar no desenvolvimento pessoal do time está entre as competências de um bom líder. Só que ninguém conquista esse status de repente. Pelo contrário: conquistar uma promoção é só a primeira etapa da sua jornada de liderança. 

Com o Leader Launch, curso 100% online, você vai conquistar as principais competências para se tornar um bom líder. Aqui você não vê uma série de termos da moda e de fórmulas prontas. Vamos mergulhar fundo no dia a dia de um líder e trazer o olhar prático do que você precisa saber para impulsionar times e projetos.